Ilha de Sado - O lugar de refúgio dos exilados japoneses até a idade média


A maravilhosa Ilha de Sado
localizada em Nigata
Rose Nakamura - trecho do meu livro
Viagem para a Ilha de Sado
Foto- Ilha de Sado- Japão


Resolvi tirar uns dias para relaxar e fiz uma das viagens mais lindas da minha vida. Fui para a Ilha de Sado, localizado na província de Nigata.  Gastei todo o meu salário daquele mês, mas valeu muito à pena. Eu estava merecendo um pouco de paz.
Na viagem fiz uma grande descoberta: o Kauê, que já estava com três anos e oito meses passou a notar detalhes, e comentava sobre um rio bonito, uma ponte, uma árvore. Foi gratificante viajar ao seu lado. Ver uma criança percebendo o mundo à sua volta, e também me mostrar a beleza que existe em viver é uma experiência marcante para qualquer mãe.
Na Ilha o Rui, meu marido, encontrou os únicos parentes que tinha no Japão: um primo e sua família. A viagem foi emocionante, naquele navio aonde os pássaros vinham comer em nossas mãos. Era tudo muito belo e o sol brilhava como nunca. Foi uma viagem inesquecível, pena que os dois passaram mal com enjoos durante a viagem. Eu não senti nada, pois dificilmente sinto enjoos em navios ou aviões. Sinto que nasci para viajar muito em minha vida.
A visita foi muito gratificante, em todos os sentidos, pois o Shinji encontrou um priminho, que tinha quase a mesma idade dele, e eles brincaram bastante.
             A recepção foi calorosa. O primo se preocupou em nos mostrar lugares históricos e maravilhosos.
Logo que chegamos estava sendo realizada na cidade o Matsuri, e fomos para a beira da praia assistir a um belo espetáculo de fogos.  Foi muito emocionante estar com os japoneses. Passamos horas maravilhosas, depois descansamos e no outro dia, entre um passeio e outro fomos algumas vezes à praia. O Japão também tem praias lindíssimas.
Hanabi- Show de fogos
realizado na praia
Lá notei, pela primeira vez, a maneira de o povo japonês se comportar na praia. Às vezes é muito parecida com o nosso jeito. A famosa “farofa” paulista, comida na praia, para eles se assemelha ao sushi, yakissoba. Também adoram ficar petiscando à beira-mar, levando cuidadosamente o seu lixo para casa, e não deixando marca alguma na areia, como se por ali não tivesse passado ninguém. Curioso!
As mulheres costumam ir par a praia maquiadas. Seus maiôs são normalmente inteiriços, e, às vezes, até usam saltos altos. Um requinte!

clik no título abaixo e conheça o meu livro
Caminhada- Duas faces de uma vida no Japão

Fotos abaixo são do meu arquivo pessoal 
da maravilhosa viagem


Um momento maravilhoso
essa foto escolhi para ser símbolo
do meu blog Tsuru - Visitem




Shinji e Satoshi
alimentando as gaivotas



muita beleza e paz


dias felizes na Ilha
A convivência maravilhosa com meu filho
que estava descobrindo o mundo




Um dos momento
lindo que registrei
Shinji
visitando um templo
na ilha

Um pouco da história da ilha 

Ilha de Sado 

Isolada do arquipélago principal por 35 km, Sado possui uma extensão de 857 km2 de área e é considerada a sexta maior ilha no Japão.
Uma das principais características da ilha é a sua própria evolução. Historicamente, Sado era o lugar para onde eram mandados os “exilados” japoneses até a Idade Média, quando muitos intelectuais contra o governo foram expulsos do país. Foi o refúgio de exilados políticos como o imperador Juntoku, em 1221, o sacerdote Nichiren, em 1271, e o dramaturgo e ator Nô Zeami, em 1433.

Fonte- Jornal NippoBrasil



 Fotos acima 
http://www.sadokisen.co.jp


O perfume sempre perdura na mão que oferece a rosa.
(Halda Béjar)






0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
Será um prazer ler seu comentário. Porém
NÃO PUBLICAREMOS
COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.



Gostou Compartilhe

leia mais



ultimas postagens

Arquivo

Marcadores

visualizações

Uso das imagens

Algumas das imagens aqui divulgadas não são de minha autoria. Se alguma imagem for sua e você desejar que ela seja creditada ou retirada, por favor, entre em contato.