Conheça o verdadeiro significado da música "Pais e Filhos"-Legião urbana




O ano era 1994 e o Programa Livre, apresentado por Serginho Groisman no SBT, recebia o Legião Urbana.
O vocalista Renato Russo não estava lá muito à vontade para tocar algumas músicas que a plateia do programa pedia. Quando os fãs gritaram "Pais e Filhos", um dos maiores clássicos da Legião, Renato disse que a banda não havia ensaiado a música, porém acabou cedendo e resolveu atender os pedidos, mas antes resolveu dar um sermão sobre o significado da letra, que fala sobre suicídio.

"Escuta, vocês sabem que essa música é sobre suicídio, né? Porque todo mundo pede música do Legião e fica um 'auê'. Essa música é muito, muito séria, tipo, me desgasta pra **** quando a gente toca e as pessoas não percebem. (...) É sobre uma menina que tem problemas com os pais, ela se jogou da janela do quinto andar e não existe amanhã. De repente, acho bacana, a gente vai tocar, é uma música bonita, mas existe um clima em torno de algumas músicas da gente que me assusta. (...) Isso é uma música seríssima, que nem 'Índios'. (...) Eu não aguentaria ouvir duas vezes seguidas. (...) Eu gostaria, então, que vocês prestassem atenção na letra e vissem que (...) é uma coisa forte, tá? (...) Às vezes essas músicas refletem um momento da minha vida que eu não gosto de lembrar mais. Eu prefiro tocar uma outra coisa e tudo. (...) Já que aqui o artista tem o espaço livre para falar, eu gostaria de lembrar a todos vocês que estão aqui numa boa que de repente é importante o público respeitar o artista também nesse sentido. Vocês já pararam para perceber que talvez o Kurt Cobain ou aquelas outras pessoas que foram embora cedo demais, às vezes, é por causa de pressão? De ter que, de repente, suprir uma necessidade? (...)"
http://whiplash.net/materias/curiosidades/228996-legiaourbana.html



Letra da música

Estátuas e cofres e paredes pintadas
Ninguém sabe o que aconteceu
Ela se jogou da janela do quinto andar
Nada é fácil de entender

Dorme agora
É só o vento lá fora

Quero colo! Vou fugir de casa
Posso dormir aqui com vocês?
Estou com medo, tive um pesadelo
Só vou voltar depois das três

Meu filho vai ter nome de santo
Quero o nome mais bonito

É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Porque se você parar pra pensar
Na verdade não há

Me diz, por que que o céu é azul?
Explica a grande fúria do mundo
São meus filhos
Que tomam conta de mim

Eu moro com a minha mãe
Mas meu pai vem me visitar
Eu moro na rua, não tenho ninguém
Eu moro em qualquer lugar

Já morei em tanta casa
Que nem me lembro mais
Eu moro com os meus pais

É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Porque se você parar pra pensar
Na verdade não há

Sou uma gota d'água
Sou um grão de areia
Você me diz que seus pais não te entendem
Mas você não entende seus pais

Você culpa seus pais por tudo, isso é absurdo
São crianças como você
O que você vai ser
Quando você crescer

Fonte - http://letras.mus.br
Legião Urbana: O dia em que Renato calou a plateia do Programa Livre http://whiplash.net/materias/curiosidades/228996-legiaourbana.html#ixzz3jd0pFoUI

Um comentário:

  1. Tem pessoas que só escutam a música e não procura entender a música né? eu sempre soube que pais e filhos era sobre uma pobre menina rica que tinha problema com os pai e se suicidou. E índios fica bem claro que é uma tentativa de suicídio no verso "Eu quis os perigo e até sangrei sozinho entenda : Assim pude trazer você de volta pra mim" . Posteriormente vim saber que tinha sido o próprio Renato que estava sofrendo por causa de um relacionamento e fez essa besteira de tentar suicídio. Adorei seu post ,quando quiser me visitar aparece em www.viproveigostei.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Será um prazer ler seu comentário. Porém
NÃO PUBLICAREMOS
COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.



Gostou Compartilhe

leia mais



ultimas postagens

Arquivo

Marcadores

visualizações

Uso das imagens

Algumas das imagens aqui divulgadas não são de minha autoria. Se alguma imagem for sua e você desejar que ela seja creditada ou retirada, por favor, entre em contato.